André Carlucci

Skeptic .net development

Farewell, Mr. Menna

Dia 17 é a festa de final de ano da Way2. 

Muitas coisas para se comemorar neste ano maravilhoso, mas também, um pesar: Mr. Eduardo Menna, depois de 5 anos de casa, vai nos deixar. Nada pessoal, apenas em buscas de novos desafios, desta vez, em Porto Alegre.

Abaixo, segue sua carta de despedida. Acho que ela representa muito bem nossa cultura e não pude deixar de compartilhar:

Bueno, a princípio era pra ser um texto de despedida. Entretanto, também vou jogar aqui um pequeno apanhado de lições aprendidas.
Em abril de 2006 entrei na Way2, depois de um bate-papo bem direto com o cara que me entrevistou. A vaga era pra ASP+Oracle e, logo de cara, a primeira coisa que disse foi “nunca trabalhei com isso”. Lembro da expressão facial do tipo #WTF?. Não sei o que deu na cabeça deles, mas o fato é que até hoje me encontro por aqui. Bacana, pois já naquela época pude aprender que esforço e dedicação valem muito, mais que um currículo cheio de nomes difíceis.
A Way2 foi minha casa. Respirei isso durante todos esses anos, não importando se era final de semana, feriado, noite ou madrugada. Já dormi sob minha baia, já saí de cliente à 1h da manhã de um sábado pra domingo e passei meu aniversário de trintão a ~5000km de casa. Não que a labuta seja algo idolatrável, mas que as tarefas que fiz aqui dentro foram feitas com gosto, isso sim eu posso afirmar (se bem que o niver longe de casa não foi tão legal assim). Ok, quase todas!
Aqui pude aprender n coisas técnicas e as levo como conhecimento profissional. Serão bem importantes futuramente. Mas as lições mais ricas que levo daqui são as pessoais. Obrigado por compartilharem comigo um terço do dia de vocês. Muito obrigado pela ajuda nas atividades normais e diárias, pelos cafés oferecidos, pela companhia nas sextas/sábados à noite, pelas brincadeiras e por muitas outras coisas que não vou escrever, pois teria que por aqui linhas e mais linhas.
Fica a saudade do antigo escritório, todos na mesma sala, almoços em Sto. Antônio e festas nos finais de semana (dias de semana também). Aprendi que é possível acordar em uma segunda-feira e se sentir feliz ao pensar que pela frente há 8h de trabalho. Pois, na verdade, não são de trabalho, e sim 8h ao lado de pessoas agradáveis em um local também agradável. Aprendi que uma empresa pode sim ter espírito como de uma família e que colegas de trabalho são mais que colegas. São amigos que levantam uns aos outros e que buscam o crescimento coletivo. Aliás, coletividade define bem o estilo Way2 de ser.
Quando falo de Way2 não me refiro à empresa, prédio, mesas e cadeiras. Mas sim aos seres que a moldam. Como já disse algumas vezes, em muitos momentos tenho a impressão de que não trabalho em uma empresa e/ou tenho somente colegas de trabalho. A sensação é que somos colegas de faculdade, em um trabalho qualquer de disciplina onde cada um dá uma ajudinha ao outro, independentemente da área em que trabalha. Mais uma vez, coletividade é o espírito!
De cada um levo várias recordações: Adriana com seu humor diário e companhia. André Carlucci Jobs! Alex e sua ponderação e amizade. Bbaço com a calma e tranquilidade. Belizário e seu espírito sempre solícito. Brenda, divertida, humorada e espirituosa. Patrão e a genialidade incompreendida. Fábio e a amizade incondicional. Fellipe, concentrado e objetivo. Bassani fodástico e sua larga inteligência. Vidal e o sangue nos olhos, brother demais. Hioka, um cara muito do bem. Guga, simplesmente meu irmão! Julian, cara do bem e ótimo anfitrião. Marcel, o cara culto. Grande Marcão, leal e amigão (foi mal não ter comprado tua biz 5 anos atrás) Ahhaha! Polly e seu sorriso e simpatia todo o dia. Grassmann e toda a experiência passada. Rodipho, grande amigo, boleiro e muito competente. Ronan e sua seriedade e competência. Vitor calmo e concentrado. Seres, obrigado por repartirem o tempo de vocês e passarem suas experiências.
Sei que sou conhecido aqui na Way2 como o cara mais azarado que vocês já depararam. Se bem que há motivos suficientes pra crer nisso. Porém, na verdade me sinto uma pessoa de muita sorte por durante cinco anos e tanto ter feito parte do ambiente de convívio criado pelas pessoas da Way2. Vocês são especiais!
Me despeço aqui igualmente à forma que me despeço quase todos os dias: foi um prazer inenarrável, quase que hemorrágico poder compartilhar mais um dia de vida com vocês. 
Contem sempre comigo, estando ou não em Porto Alegre. Até porque contarei com vocês para os finais de semana na ilha da magia. :)

 

Vamos contar sim, Eduardo. Tenho certeza que suas ações em sua próxima empresa a tornará muito melhor do que já é. Você sempre vai ser parte da Way2, obrigado por todos estes anos de convivência.

So Long Mr. Menna, and Thanks for All the Fish.